Dica de livro

Autobiografia de Hans Kelsen será lançada no Brasil

O lançamento da tradução da autobiografia do jurista Hans Kelsen acontecerá em São Paulo, dia 15 de agosto, às 19 horas, na Faculdade de Direito da USP, e uma semana depois, dia 24 de agosto na Biblioteca do Supremo Tribunal Federal, em Brasília.
Hans Kelsen é o mais influente  jurista do século XX, criador da maior escola de pensamento do Direito do mundo contemporâneo e um dos autores mais citados nas decisões do Supremo Tribunal Federal.
O livro é devidamente adaptado à realidade do leitor brasileiro contemporâneo. Há ricas notas explicativas com dados históricos e biográficos de todas as pesonagens e dos principais episódios relatados no livro, com um estudo introdutório que "aclimatou" o livro para o público dos dias de hoje, elaborado pelo ministro do STF José Antonio Dias Toffoli (um seguidor das teorias de Kelsen) e Otavio Luiz Rodrigues Junior.
Sua "Autobiografia", traduzida diretamente do alemão por Gabriel Nogueira Dias e José Ignacio Coelho Neto, chega às livrarias brasileiras, com o selo da centenária Editora Forense, do Rio de Janeiro.
Ele era judeu. Nasceu no Império Austro-Húngaro, foi principal assessor jurídico do imperador Carlos de Habsburgo em plena Primeira Guerra Mundial, e criador da famosa "Teoria Pura do Direito" (que completa 100 anos em 2011). Kelsen foi  perseguido pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial e um dos fundadores da ONU.
Todas as contradições de um homem do povo, judeu e sem recursos familiares, que chega ao topo da preconceituosa sociedade austríaca e da Alemanha antissemita, são reveladas por ele mesmo, com um estilo literário que permite a qualquer pessoa, mesmo sem formação jurídica, gostar e se interessar pela leitura de sua "Autobiografia".
A "Autobiografia de Hans Kelsen" é uma publicação autorizada pelo Instituto Hans Kelsen, uma autarquia presidida pelo primeiro-ministro da República da Áustria, destinada à divulgação da vida e da obra desse importante jurista e filósofo do Direito.
A obra é o primeiro volume da Coleção Paulo Bonavides, homenagem ao grande constitucionalista brasileiro, e tem por objetivo publicar clássicos jurídicos contemporâneos.
A escolha do livro de Kelsen deve-se ao fato de que em 2011 serão comemorados 100 anos da criação da Teoria Pura do Direito, criada por Hans Kelsen, e que até hoje tem a maior influência no Direito em todo o mundo.

Fonte: Boletim Conjur

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Adriana Cecilio - Advocacia - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: ID Serviços.
Agilidade, Eficiência e Transparência.
imagem-logo