Pais De alunos devem indenizar ex-diretora ofendida em comunidade do orkut

A ex-diretora de uma escola do Rio de Janeiro que se sentiu ofendida com uma comunidade no Orkut vai receber indenização de R$ 18 mil por danos morais. A Justiça condenou um grupo de pais de alunos e ex-alunos do colégio da Providência, em Laranjeiras, Zona Sul do Rio, pois os adolescentes criaram uma comunidade no site de relacionamentos denominada "Eu odeio a irmã Margarete".

Maria Margarete, conhecida como Irmã Margarete, se sentiu humilhada com a comunidade, onde eram proferidas ofensas verbais contra a então diretora da escola.

Segundo os pais, a ex-diretora causava constrangimentos aos alunos, o que os teria levado a criarem a comunidade "para desabafar os anos de repressão". Os pais, defendendo seus filhos, alegaram ainda que os mesmos não possuíam experiência de vida o suficiente, na época, e que apenas queriam estar na moda.

Para o desembargador Cléber Ghelfenstein, da 14ª Câmara Cível do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), a internet é um espaço de liberdade, o que não significa que seja um território sem lei, sendo cada pessoa responsabilizada pelo que publicar. Além disso, segundo ele, o episódio deixa claro a culpa dos alunos e ex-alunos nas agressões à ex-diretora, não importando se só criaram a comunidade ou proferiram xingamentos, pois a intenção foi denegrir a imagem da mesma.

"Lamentavelmente, a situação narrada nos autos retrata a fútil mentalidade de alguns jovens de nossa sociedade, desprovidos de uma educação baseada no respeito ao próximo", concluiu o magistrado.

Fonte: site Última Instancia

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Adriana Cecilio - Advocacia - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: ID Serviços.
Agilidade, Eficiência e Transparência.
imagem-logo